.: Lua, de Luana

Uma mulher que gosta de viajar e conhecer lugares/pessoas.
"Lua vai dizer" foi inspirada na música de Katinguelê, a "Lua vai iluminar os pensamentos dela". Sendo assim, pretendo iluminar os caminhos de vocês. Boa viagem! :)

sexta-feira, 29 de abril de 2016

Ouro Preto - Minas Gerais

Localizado a quase 100km de Belo Horizonte, capital de Minas Gerais.
 
COMO CHEGUEI? Avião Recife-aeroporto de Confins (fica nos confins mesmo, quase 1 hora de ônibus de Belo Horizonte). Na rodoviária de Belo Horizonte peguei um ônibus para Ouro Preto, em torno de R$30 a passagem, e são quase 2 horinhas de viagem.
Vista para a praça Tiradentes
Adoro cidade histórica e talvez por destino estou eu morando em Olinda, haha. Sou de Recife, que também é um patrimônio histórico e cultural, cheia de casarios e ruas com pedra portuguesa, então tudo o que gosto de ver está ao meu redor. Sendo assim, conhecer Ouro Preto sempre foi um sonho. Em Minas Gerais, tantas outras cidades histórias - Mariana, São João del Rei, Tiradentes - também fazem parte do roteiro, mas Ouro Preto era meu foco. Em Abril/2015 eu realizei!
Fui sozinha a Ouro Preto e lá fiquei hospedada no Uai Hostel. Paguei barato, fica no centro (na verdade é tudo pertinho lá), ótimo custo-benefício. Logo de cara fui conhecer a praça Tiradentes, cartão-postal da cidade. Na cidade tudo é muito bonitinho, coloridinho, arrumadinho. É uma Olinda melhorada, confesso.


Igreja de São Francisco de Assis
IGREJAS: A igreja do Pilar foi a que mais gostei. Rica em ouro e em detalhes, bastante dourada, paguei R$3 e viajei aaanos atrás. Embaixo dela está o museu de Arte Sacra de Ouro Preto. Na igreja de São Francisco de Assis contém várias peças de Aleijadinho. Lembro que quando fui era preciso pagar R$15 para conhecer a igreja e o museu. Foi aí que um turista perguntou "tem missa?" e o guia "tem, às 19h". Então todo mundo, com a verba contada, foi assistir a missa e de quebra conheceu a igreja. Missa lotada, momento de gratidão por está ali... Impossível não chorar.
 
MUSEUS: O museu da Inconfidência é uma retomada à história do Brasil. Objetos, meios de transporte, roupas... Me senti em 1800, mas com corpinho de 2000. Na Casa dos Contos você vê toda a história da moeda brasileira até o Real, como são produzidas as moedas, bem como antigos "alojamentos" de escravos. Tudo é muito fiel à história e à cultura do nosso país. O museu que ~mais gostei, amei, venerei~ foi o de Ciência e Técnica (Escola de Minas) contando a história-geológica-biológica-mineralógica de lá.
Teto da igreja
Nunca me esquecerei do quartzo branco do meu tamanho nem da sala repleta de minérios e pedras preciosas. Coisa linda, gente! Não é permitido entrar com bolsa nem celular/câmera (assim como várias igrejas e museus de lá), então as belas imagens estão registradas apenas na minha mente e na de vocês, quando forem.

Dentro da mina Chico Rei
Conheci também a mina de Chico Rei, uma antiga mina localizada nos arredores de Ouro Preto. É possível ver vários minérios e sentir o antigo ambiente de trabalho dos mineradores. Não sei como era possível fazer algo naquela humidade, calor e pouco espaço. Mal dava pra ficar em pé e olhe que sou pequena...rs. De Ouro Preto é possível fazer um passeio de trem até Mariana - cidade vizinha - que após o desastre ambiental não sei como está.
 
DICA: nada de salto! Tênis ou sapatilha são os melhores calçados porque as pedras portuguesas são escorregadias (tive uns 4 lances de quase queda, rs) e você andará muito pela cidade. Ladeiras são mais comuns que pão de queijo então é importante você se sentir confortável na caminhada histórica.
 
Beijos com sabor de ouro e pão de queijo. 

Nenhum comentário:

Postar um comentário