.: Lua, de Luana

Uma mulher que gosta de viajar e conhecer lugares/pessoas.
"Lua vai dizer" foi inspirada na música de Katinguelê, a "Lua vai iluminar os pensamentos dela". Sendo assim, pretendo iluminar os caminhos de vocês. Boa viagem! :)

domingo, 23 de julho de 2017

Viajar sozinha: permita-se a esta oportunidade

"Liberdade? Uso dela, não abuso. (...) Não pretendo obrigar ninguém a seguir-me, costumo andar sozinho" (Mário de Andrade). Eu, que por muito tempo e em alguns momentos fui/sou muito tímida, jamais pensei em conhecer lugares sozinha. Como cheguei até aqui? A vida e suas circunstâncias me levaram a isto.

Praça Tiradentes - MG
Cachoeira do Sossego - BA
Minha primeira viagem sozinha foi a Ouro Preto/MG em 2015. Sempre tive vontade de conhecer um poucos das cidades históricas e aproveitei as férias para viajar para lá. Dessa forma percebi que a falta de companhia não podia prender minha realização de um sonho, que viajar sozinha não poderia ser uma experiência de medo, mas sim de oportunidade. A partir dessa viagem percebi o quanto é bom ter um momento consigo mesma, visitando os lugares que bem desejar, comer o que quiser (sim, quando se viaja em grupo às vezes você gasta mais porque vai pra um restaurante melhor e etc - indo sozinha sempre rola aquela tapioca com refri que gasta menos de 10 reais ou um sanduíche da Subway como almoço) e passar o tempo adequado em cada museu/igreja/praia/ponto turístico. Lendo assim muita gente pensa que viajar sozinha(o) é egoísmo... Nem é. Em meio a tantos dias agitados, estresse, correria e muitos afazeres a gente precisa deseja um momento de reset, de renovação, de auto avaliação, de uma respiração mais profunda. É viajando sozinha que a gente valoriza os momentos em conjunto; é sentindo-se sozinha que a gente repensa quem são realmente as pessoas que a gente ama, quem faz falta ali.  

Lua vai dizer que "é preciso amor pra poder pulsar, é preciso paz pra poder sorrir"

Como mulher, nordestina e viajante solitária muita gente me pergunta "Como você tem coragem?", "Tem medo não?", "Sua mãe deixa?". Todas essas perguntas são reflexo de uma sociedade que ainda
Rio Sucuri - MS
 tem dificuldades em perceber que mulher pode fazer as coisas sozinha sim, sem depender de ninguém. Essas perguntas só demonstram o quanto a mulher é vista como sexo frágil e quantos momentos de insegurança nós já vivemos, imagine em um lugar diferente. A culpa não é de quem pergunta, é de tudo o que a gente vivencia neste mundo aparentemente moderno, mas que carrega traços medievais. Se sinto-me insegura quando viajo? Sim, assim como se sinto insegura quando vou a um shopping, ao trabalho, ao encontro de amigos e família. A insegurança é uma triste realidade brasileira que parece não ter fim, pois o que a ocasiona é mais que um ladrão negro da periferia, é reflexo de um povo caloroso, amoroso, divertido e inteligente, mas que têm princípios éticos e jeitinhos brasileiros desrespeitosos.  
Lagoa do Paraíso - CE

Ano passado o Ministério do Turismo fez uma série de reportagens sobre mulheres que viajam sozinha e eu fui uma delas. No dia da mulher, a convite do próprio Ministério, fui a Brasília (sim, conheci o Ministro, nunca pensei nisso né?!) falar sobre estas experiências e foi muito motivador, interessante, divertido, inesquecível. Percebo nas minhas viagens cada vez mais mulheres viajando sozinhas e, ao mesmo tempo, gente que nunca faria isso. Para onde já fui? Fortaleza/CE, Bonito/MS, Chapada Diamantina/BA, Ouro Preto/MG e pretendo mais <3 Na hora da foto? Se não tiver pau-de-selfie pede pra alguém tirar sua foto. Na hora da hospedagem? Fica num albergue que lá você pode fazer amizades. Na hora do passeio? Dependendo do lugar ou você pega um mapa e sai caminhando, cantando e seguindo a canção dos pontos turísticos ou se junta a algum passeio de agência de viagem. Zero aperreio!

"Falando em turismo" especial Dia da Mulher: Teté Bezerra, secretária nacional de Qualificação e Promoção do Turismo; Marx Beltrão, Ministro do Turismo; Irma Karla, presidente da Federação Nacional dos Guias de Turismo e eu, Lua vai dizer.

Resumindo, viaje sozinha(o)... Permita-se esta oportunidade, permita-se viver um pouco consigo mesma(o). 

Nenhum comentário:

Postar um comentário